30 de abril de 2017

CORINTHIANS VENCE A PONTE PRETA POR 3X0 E GARANTE VANTAGEM NA FINAL DO CAMPEONATO PAULISTA

Não deu para a Ponte Preta. Em uma disputa acirrada, o Timão levou a melhor no primeiro jogo da final do Paulistão vencendo a Macaca por 3×0.

Rodriguinho foi quem abriu o placar pelo Corinthians ainda no primeiro tempo. Depois, foi a vez de Jadson marcar de fora da área contra a Ponte. Rodriguinho ainda fez mais um gol de cabeça no segundo tempo e se consagrou como um dos melhores jogadores da partida.

Final no próximo domingo
Com o resultado, o Timão leva vantagem sobre a Ponte na final do Paulistão, que acontece no próximo domingo. Para ganhar do Corinthians, maior vencedor da competição e que tenta o seu 28º troféu este ano, a Macaca terá que fazer ao menos quatro gols sobre o rival. Com três, a disputa irá para os pênaltis.

Outros resultados deste domingo
30/04/2017


Bahia 2 x 0 Vitória
Coritiba 3 x 0 Atlético-PR
Internacional 2 x 2 Novo Hamburgo
Chapecoense 1 x 0 Avaí
Cruzeiro 0 x 0 Atlético-MG.

FLA VENCE FLU COM GOL EM FALHA DE ZAGUEIRO E FICA A UM EMPATE DO 34° TÍTULO

O Flamengo deu um importante passo para conquistar o 34º título do Campeonato Carioca neste domingo ao vencer o Fluminense por 1 a 0, no Maracanã. O gol marcado por Everton ainda no primeiro tempo saiu após uma falha grotesca do zagueiro Renato Chaves, que furou a bola e viu o adversário estufar as redes.

O resultado permite que o Flamengo seja campeão estadual até com um empate no segundo jogo da final, no próximo domingo. O Fluminense reverte a vantagem e levanta a taça com vitória de dois gols de diferença. Caso o Tricolor repita o placar do primeiro duelo, o título será definido nos pênaltis.

Flamengo e Fluminense voltaram a decidir um título do Campeonato Carioca após 26 anos. A última vez foi em 1991. Liderado por Júnior, o Rubro-negro se sagrou campeão. Em 1995, o Tricolor levou a melhor no jogo do gol de barriga de Renato Gaúcho. No entanto, o confronto era válido pela última rodada de um octogonal decisivo.
 

APÓS LARGADA PERFEITA, BOTTAS SEGURA VETTEL E VENCE A PRIMEIRA NA CARREIRA

Depois de oito pódios na Fórmula 1, sempre como terceiro colocado, o finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, subiu ao degrau mais alto neste domingo (30), vencendo o GP da Rússia, disputado no circuito de Sóchi, em sua quarta corrida pelo time prateado.

Largando na segunda fila, em terceiro, Bottas, de 27 anos, superou os dois carros da Ferrari, que estavam imediatamente à sua frente, e impôs um ritmo forte e consistente, de forma até surpreendente, pois esperava-se que fosse a Ferrari a franca favorita para uma dobradinha. Desta vez, inversão de papéis. Normalmente mais forte em ritmo de corrida que a Mercedes, e atrás na classificação, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen dividiram a primeira fila mas não conseguiram acompanhar o ritmo de Bottas na maior parte da corrida.

No final, Vettel encostou em Bottas mas não conseguiu superar o finlandês, que mesmo com pneus mais desgastados conseguiu segurar-se na ponta. O resultado mantém Vettel na liderança do campeonato, com 86 pontos. Com a grande atuação de Bottas, e sequer sem conseguir pressionar os carros da Ferrari, Lewis Hamilton foi coadjuvante na etapa russa, terminando na quarta colocação.

MORRE O CANTOR E COMPOSITOR BELCHIOR

O cantor e compositor Belchior morreu na noite deste sábado, 29, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos. Familiares confirmaram o falecimento, entretanto, a causa ainda é desconhecida. O corpo deve ser trazido para o Ceará. O sepultamento deve ocorrer em Sobral.

Natural do Ceará, Belchior fez fama nos anos 1970 com álbuns como Alucinação (1976). Só neste disco, estão clássicos como Velha roupa colorida, Como nossos pais, A palo seco e Alucinação.

O músico é da mesma geração de outros artistas nordestinos como Raimundo Fagner, também cearense. Nos últimos anos, no entanto, Belchior ficou recluso, se ausentando dos palcos há mais de sete anos.

JUSTIÇA PROÍBE CUT DE FAZER 'DIA DO TRABALHO' NA AV. PAULISTA

A Justiça de São Paulo determinou na noite deste sábado, 29, que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) não poderá fazer o evento em comemoração do Dia do Trabalho na Avenida Paulista, na segunda-feira (1º), como vinha divulgando. A ação foi protocolada pela Prefeitura de São Paulo na última quinta-feira.

Na decisão, o juiz Emanuel Brandão Filho afirma que a CUT não tem autorização prévia para realização do evento e que a determinação está por "zelar o cumprimento das normas municipais", não para "cercear o direito consitutcional de reunião pacífica de todo cidadão". Além disso, estabelece multa de R$ 10 milhões, se houver descumprimento da ordem judicial.

"A realização em via pública de uma festa/celebração da magnitude que é a do 'Dia do Trabalho' (que, como se verifica do anúncio no sítio do réu, contará, como de costume, com shows de música) não prescinde da prévia autorização do Poder Público competente", escreve o juiz.

A CUT afirmou, por meio de assessoria, que o evento foi autorizado e que irá recorrer da decisão. "O 1º de Maio já está convocado, não tem como desconvocar. O juiz não proibiu o lazer na Avenida Paulista, mas sim, o show. Se não tiver como reverter isso, evento será sem. Vai ter evento, com ou sem show", afirmou a assessoria da entidade.

SINDICATOS PROTESTAM CONTRA REFORMAS NO FERIADO DE 1º DE MAIO

Após a greve central da última sexta-feira (28), as principais centrais sindicais do país pretendem usar o 1º de maio, feriado do Dia do Trabalho, como palco para tentar frear as reformas trabalhista e da Previdência.

As centrais preveem atos nas principais capitais do país e emitiram um comunicado, unificado, convocando a população a"ocupar Brasília" com o objetivo de barrar a reforma trabalhista.

Em São Paulo, o evento da CUT (Central Única dos Trabalhadores), "1º de Maio da Resistência", será realizado na avenida Paulista e terá shows com o rapper Emicida, Mc Guimê e Leci Brandão, entre outros artistas.

O início está previsto para 12h, com ato político marcado para 15h o ex-presidente Lula é esperado, mas sua presença ainda não foi confirmada. A Força Sindical fará manifestação a partir de 9h na praça Campo de Bagatelle, zona norte. Além de shows de Michel Teló, Zezé Di Camargo & Luciano e Fernando & Sorocaba, haverá sorteio de carros.

A CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros) levará seu evento ao Sambódromo do Anhembi, após tentar, sem sucesso, realizar o ato no Memorial da América Latina. A festa terá a participação de dirigentes sindicais. Na Catedral da Sé, a UGT (União Geral dos Trabalhadores) estará na tradicional missa em homenagem ao trabalhador na manhã do feriado.
 

APÓS FAZER TESTES MÉDICOS, EUNÍCIO OLIVEIRA RECEBE ALTA DO HOSPITAL

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), teve alta do hospital Santa depois de passar por novos exames.

O senador havia deixado a UTI na manhã desta sexta e foi liberado após realizar uma ressonância magnética com contraste, que não apontou irregularidades.

De acordo com o primeiro boletim médico de hoje, após a transferência da UTI para o quarto, Eunício estava "consciente, orientado e caminhando bem". Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, ele já está em casa.

Eunício foi internado às pressas após o fim da sessão no Senado de quarta (26), mas que varou a madrugada de ontem. Médicos chegaram a cogitar um acidente vascular (isquêmico ou hemorrágico), mas a hipótese já foi descartada logo após os primeiros exames.

De acordo com o boletim divulgado às 18h50 desta sexta, Eunício foi submetido a uma nova ressonância magnética de crânio com contraste cujo resultado foi “normal”. Antes desse exame, o presidente do Senado foi submetido a outros testes que demonstraram que ele estava se recuperando, consciente e já conseguia caminhar sem maiores dificuldades.

PMDB QUER DESTITUIR RENAN DA LIDERANÇA DO PARTIDO

Apesar dos desmentidos do amigo Romero Jucá (RR), os senadores do PMDB têm conversado sobre a destituição de Renan Calheiros (AL) da liderança da bancada. Ele se distancia dos colegas a cada ataque às reformas e ao governo, que quase todos apoiam no PMDB no Senado.

A senadora Rose de Freitas (ES) até afirmou, em nome dos colegas, que as críticas refletem apenas a “posição pessoal” de Renan. A informação é do colunista Cláudio Humberto.

Para destituir Renan da liderança basta um ofício assinado por metade mais um dos senadores do PMDB apontando um novo líder. Além de Jucá (só por enquanto), Renan conta na bancada apenas com um ou outro senador hostil ao governo, tipo Roberto Requião (PR). Senadores do PMDB avaliam que a atuação de Renan como líder tem sido afetada por seu nervosismo pelas 13 investigações na Lava Jato.

REJEITADO POR 92%, TEMER DIZ A RATINHO QUE NÃO SERÁ CANDIDATO

Incapaz de se eleger síndico de prédio e rejeitado por 92% dos brasileiros, além de alvo da maior greve geral da história do País, Michel Temer disse o óbvio na entrevista que concedeu ao apresentador Ratinho do SBT: não concorrerá a nada em 2018; “Nós temos um ano e pouco pela frente para as candidaturas.

Seguramente vai aparecer gente para liderar o país”, afirmou; responsável pela maior recessão da história, que produziu 14,2 milhões de desempregados, ele também afirmou que a precarização dos direitos trabalhistas e o fim das aposentadorias públicas, pilares de suas duas reformas, trarão os empregos de volta ao País; Ratinho é novo garoto-propaganda das reformas, que fizeram com que mais de 30 milhões de brasileiros aderissem à greve geral.

REPATRIAÇÃO NÃO TROUXE DE VOLTA RECURSOS IRREGULARES NO EXTERIOR

Um levantamento acaba de mostrar que a chamada "repatriação" de recursos no exterior, na verdade, praticamente não repatriou o dinheiro irregular e a imensa maioria do dinheiro não voltou para o Brasil.

Segundo a Receita Federal, foram regularizados R$ 152,7 bilhões até agora, mas permanecem lá fora R$ 126,1 bilhões quase 83% do total; o Banco Central registrou a entrada no País de R$ 26,6 bilhões; detalhe: o grosso, R$ 151,6 bilhões, pertence a pessoas físicas.

GOVERNADOR DO MARANHÃO: GREVE FOI RECADO DE QUE BRASILEIRO NÃO ACEITARÁ PAGAR O PREÇO DA CRISE

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), considerou que a greve-geral da última sexta-feira (28) mostrou a força do povo brasileiro e sua disposição para lutar contra o corte de direitos; "Além do vigor de nossa sociedade civil, essa manifestação emite dois sinais essenciais para pensar o Brasil hoje.

Em primeiro lugar, foi uma mensagem eloqeente de que a imensa maioria da população, que vive exclusivamente das rendas do trabalho, não aceitará pagar o preço da crise econômica por meio do corte unilateral de direitos. É também uma mensagem a todas as instituições do mundo político: é hora de abrir o diálogo com a sociedade, pois somente ditaduras impõem suas vontades contra a Constituição", avaliou.

O BRASIL DEPOIS DA GREVE GERAL

"A semana foi farta em más notícias para o governo Temer. No Congresso, a votação da reforma trabalhista, que ainda pode ser barrada no Senado, mostrou que o Palácio do Planalto não tem os 308 votos necessários para as mudanças na Previdência.

Na economia, março trouxe o maior rombo fiscal da história e uma nova alta do desemprego, numa demonstração cabal de que não há retomada alguma da atividade. Nas ruas, a greve geral, que teve a adesão de diversas categorias, indica que a paciência dos brasileiros chegou ao limite", diz o jornalista Leonardo Attuch; "Para um país conflagrado como o Brasil de hoje, a única saída é a reconquista da democracia, com eleições gerais e um novo pacto político. Até porque reformas econômicas, como as que Temer vêm tentando impor, só poderão ser aprovadas por um governo visto como legítimo pela população."

DATAFOLHA: GOLPE FRACASSOU E 85% QUEREM DIRETAS JÁ

O golpe de 2016, personificado na triste figura de Michel Temer, que traiu a presidente eleita Dilma Rousseff para chegar ao poder por meio de uma conspiração de políticos corruptos, é também um fracasso, segundo aponta o Datafolha.

Temer é hoje o político mais rejeitado do Brasil, com 65% de avaliações negativas, e 85% dos brasileiros querem eleições diretas já; antes do golpe, já eram 63% os brasileiros que defendiam diretas, mas Temer foi imposto pelo establishment político e midiático para fazer suas reformas altamente impopulares.

Como o Brasil só fez piorar deste então, o grito por eleições diretas é praticamente um consenso nacional; Temer é mais impopular do que foi Dilma em seu pior momento, com uma diferença importante: enquanto ela foi massacrada, ele é protegido.

DATAFOLHA: LULA DISPARA E VENCE EM TODOS CENÁRIOS

O massacre diário promovido contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Globo e outros meios de comunicação da chamada velha mídia não produziu os efeitos desejados.

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo revela que Lula disparou em todos os cenários, alcançando números entre 29% e 31% das intenções de voto no primeiro turno. Ou seja: sem um tapetão judicial, que seria a fase 2 do golpe de 2016, com a inabilitação judicial de Lula, ele provavelmente seria eleito presidente pela terceira vez.

"O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por sua vez, mantém-se na liderança apesar das menções no noticiário recente da Lava Jato", reconhece a Folha.

A pesquisa também revelou o esfacelamento das principais forças golpistas: enquanto candidatos do PSDB, como Aécio Neves, derreteram, Michel Temer se tornou a personalidade política mais odiada do Brasil. No vácuo político, o único que cresceu, além de Lula, foi o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que hoje iria para o segundo turno.

Ontem, ao participar de um evento em defesa da indústria naval, ao lado do ex-governador Olívio Dutra e da presidente golpeada Dilma Rousseff, Lula se disse pronto para vencer mais uma vez o candidato da Globo.

O Datafolha fez 2.781 entrevistas, em 172 municípios, na quarta (26) e na quinta (27), antes da greve geral de sexta (28). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

120 ANOS DE PIXINGUINHA, O ARTISTA QUE MUDOU A MÚSICA BRASILEIRA

Pixinguinha foi mais que um gênio. O fervor por ele era tanto que o jornalista Fernando Faro, criador do icônico programa Ensaio, da TV Cultura, chegou a afirmar que o músico era um “santo”. Por isso, ele dizia que Pixinguinha morreu dentro de uma igreja em Ipanema durante um batizado, em 1973 (o que realmente aconteceu).

Canonizado ou não, é quase unânime que o instrumentista e compositor é um dos nomes fundamentais para a música brasileira. Na próxima quinta-feira (4), são comemorados 120 anos de seu nascimento.

Além disso, em 2017, Carinhoso, um dos maiores sucessos do compositor, completa 100 anos. A música foi composta em 1917, mas só se tornou popular 20 anos depois, quando o cantor Orlando Silva gravou uma versão (com letra de João de Barro).

“Pixinguinha foi o primeiro continente da nossa música, no século 20. Digo que a música brasileira tem excelentes países, mas apenas dois continentes: ele e Tom Jobim”, afirma o historiador e pesquisador musical André Diniz, autor de Pixinguinha. O gênio e o tempo, uma biografia do músico.

Segundo Diniz, Pixinguinha foi responsável por modernizar e sistematizar parte da música produzida no século 19. “Ele é um grande herdeiro da música do período. Tanto da que era tocada nas ruas do Rio de Janeiro, com forte influência africana, quanto da música de banda e até da música de escola, mais formal”, explica.

JANOT PEDE INTERVENÇÃO FEDERAL NO RIO DE JANEIRO

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, propôs ao Supremo Tribunal Federal (STF) que decrete intervenção federal no Rio de Janeiro para garantir e viabilizar o funcionamento regular do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), após afastamento do cargo de seis dos sete conselheiros da entidade investigados pela possível prática de corrupção e lavagem de dinheiro.

A medida foi tomada após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acolher uma medida cautelar e afastar do cargo por 180 dias os conselheiros do Tribunal de Contas. Janot diz em seu pedido que a situação anômala da Corte, que permitiu a substituição dos seis conselheiros afastados por seis auditores substitutos, pode causar a anualação do parecer prévio das contas do governo do Rio do ano passado.

Isso porque a presidente interina do TCE, Marianna Montebello, na tentativa de viabilizar o funcionamento da corte, deliberou uma norma para permitir a substituição de mais de um conselheiro por auditores substitutos. Janot sustenta no pedido de intervenção que, embora louvável, a atitude pode causar o anulação de julgamentos feito pela corte com tal composição.

MINISTRO GILMAR MENDES MANDA SOLTAR EIKE BATISTA

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a libertação do empresário Eike Batista, preso em Bangu pela Operação Eficiência, que investiga contratos fraudulentos de empresas com o governo do Rio de Janeiro.

O ministro suspendeu a prisão preventiva decretada em janeiro pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio. O ministro também afirmou que o juiz pode analisar a necessidade de aplicação de medidas cautelares como, por exemplo, a prisão domiciliar ou o monitoramento por tornozeleira eletrônica.

Na decisão, Gilmar ponderou que os crimes são graves no entanto, isso não é um motivo forte o suficiente para justificar que ele fique preso. “O fato de o paciente ter sido denunciado por crimes graves corrupção e lavagem de dinheiro, por si só, não pode servir de fundamento único e exclusivo para manutenção de sua prisão preventiva”, afirmou.

NENHUM APOSTADOR ACERTA AS DEZENAS DO CONCURSO 1925 DA MEGA-SENA

Nenhum apostador acertou as dezenas do concurso 1925 da Mega-Sena, realizado neste sábado (29/04), em Franco da Rocha (SP).

Os números sorteados foram: 01 - 17 - 38 - 43 - 45 - 47.

A quina teve 50 acertadores, que vão receber cada um o prêmio de R$ 53.604,54


Já a quadra teve 5.258 apostas vencedoras. Cada um dos ganhadores irá receber R$ 728,20. Com isso, a estimativa do prêmio para o próximo sorteio, na quarta-feira (03/05) é de R$ 40 milhões.

29 de abril de 2017

O DIA EM QUE O BRASIL SE LEVANTOU CONTRA TEMER E O GOLPE DOS CORRUPTOS

Esta sexta-feira 28 de abril de 2017 entra para a História do Brasil como o dia da maior greve geral já vista no País.

Praticamente tudo parou: transporte, bancos, escolas, serviços públicos e indústrias. Com uma agenda clara, a do não às reformas trabalhista e previdenciária, a greve geral contou com o apoio de dezenas de categorias profissionais e de toda a base da igreja católica no País.

As manifestações desta sexta-feira mosatraram uma reação às reformas, mas também ao capítulo mais vergonhoso da história do Brasil: o golpe dos corruptos, articulado pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Romero Jucá (PMDB-RR), que instalou Michel Temer no poder, delatado por uma megapropina de R$ 126 milhões, com a finalidade de liquidar aposentadorias e garantias trabalhistas mínimas, de oito de seus ministros que são investigados por corrupção, além dos seis que já caíram numa lista que incluía figuras como o ex-presidente da Câmara dos deputados, Henrique Eduardo Alves, do Rio Grande do Norte e Geddel Vieira Lima.

Só um povo extremamente alienado permitiria que um governo nascido de um golpe, manchado pela corrupção e rejeitado por 92% da população, conduzisse um pacote de reformas absolutamente impopular. Os próximos dias serão decisivos e indicarão se o 28 de abril de 2017, escondido pela Globo e demais meios de comunicação associados ao golpe, foi apenas um suspiro ou o marco zero de uma virada histórica no Brasil; seja como for, o fato é que o golpe dos corruptos apodrece.